Ser Feliz | O Caminho Para A Felicidade

Ser Feliz | O Caminho Para A Felicidade
Já há algum tempo que queria escrever sobre este tema mas por algum motivo fui sempre adiando. Ser feliz é algo que todos procuram, mas nem todos acham. Até porque a felicidade não é algo que se acha, mas algo que se trabalha.
 
Nestes últimos anos aprendi muita coisa. E talvez a mais importante de todas, aprendi ao que dar importância. Relativizar as coisas, simplificá-las e pô-las em perspetiva.
O ser humano tem tendência a complicar tudo e isso por si só já é um grande obstáculo. Mas este texto não é sobre a felicidade em geral, é sobre como eu cheguei à minha.

Read More

Quando O Blog Começa A Consumir A Tua Vida

Blog
Devem ter reparado que esta semana não houveram publicações novas e isso tem um motivo. Tal como o título do post indica senti que o blog estava a consumir a minha vida.

Hoje em dia existem milhares de blogs e para se chegar com um a algum lado a concistência é a chave (tal como a qualidade de conteúdo) e isso até hoje nunca foi um problema para mim. Eu tenho o blog à 5 anos e até hoje nunca fiquei sem conteúdo para publicar, tenho sempre um/dois meses à frente já planeados, o problema é querer fazer demasiadas coisas com o tempo que tenho.
Todos sabemos que manter um blog é um trabalho a tempo inteiro mas que apenas uma percentagem muito pequena em Portugal o consegue fazer como profissão. Isso significa que 90% dos blogs que existem são criados e mantidos ao mesmo tempo que um emprego normal. E foi assim que eu comecei a sentir que estava a perder o controlo. 
Como sabem eu estou a fazer o meu estágio profissional (a.k.a. a trabalhar) o que significa que o tempo que me resta é para dividir entre o blog, familia, namorado e amigos. Com a escola, e depois com a faculdade, vamos aprendendo a fazer a gestão de tempo entre trabalho e lazer, só que eu nunca considerei o blog como um trabalho. O blog foi criado por necessidade e mantido por paixão o que faz com que eu diga mais rapidamente que é um hobbie (por gostar) do que um trabalho (obrigação). Mas o erro está mesmo aí, em ter pensado assim.
Por não o considerar um trabalho, sempre que chegava a casa e não tinha mais nada para fazer eu estava a trabalhar para o blog. Fosse quando acordasse, à hora de almoço, até ir dormir, quando estou com familia/amigos, etc. O que era o meu tempo livre passou a ser a 100% tempo para o blog

Cheguei a um ponto em que fiquei exausta do blog. Precisei de parar, respirar um pouco e ter tempo para mim.

A maioria das pessoas pensa que ter um blog é apenas escrever publicações e tirar fotografias mas a verdade é que essa parte são apenas 10% do trabalho que fazemos. Existe todo o investimento em aprendizagem, trabalho de divulgação, responder e enviar emails, estabelecer parcerias, pesquisar sobre determinados assuntos, testar produtos, edição de conteúdo, etc…
Por isso decidi parar uma semana. Se foi suficiente? Não, mas foi o tempo que estipulei de modo a não prejudicar publicações de parcerias e a não prolongar muito esta pausa. Refleti bastante sobre o meu método de trabalho e decidi estipular um horário de trabalho para o blog. E é assim que vai ter que ser. A partir de agora trabalho para o blog de X a X horas, X vezes por semana e fora disso é tempo para mim e para os meus

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Antes de mais espero que tenham tido um excelente Natal junto dos que mais amam!
Estamos a chegar ao fim do ano e com isso vem sempre algumas reflexões do que se passou e alguns planos de mudanças que queremos fazer. Mas hoje estou a refletir em como a minha maneira de me vestir mudou ao longo dos últimos cinco anos, desde que comecei o meu curso de arquitetura.
Acho que, como muitas pessoas, tenho as minhas fases, ora me visto mais desportiva ora mais formal, casual ou então simples com acessórios. Apesar de não seguir modas existe sempre uma peça ou algo que acaba por ter alguma influência e últimamente tenho me virado mais para “o estilo de arquiteta”.


Quando comecei o curso acho que nunca vesti muitas roupas escuras e se tinha uma peça escura as outras eram de certeza ou de cor ou claras. Com a entrada na faculdade experimentei vestir-me mais “à senhora” mas últimamente vejo-me a optar por peças confortáveis e por estilos mais descontraídos e simples. Lembro-me de me dizerem que a cor do arquiteto é o preto e de pensar que nunca mudaria a minha maneira de vestir consoante o que me estavam a dizer, mas a verdade é que a minha relação com as cores mudou e os neutros entraram ainda mais na minha vida. Noto que me visto cada vez mais consoante a minha profissão e que cada vez mais uso roupas escuras.

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Quando vestimos roupas escuras ou optamos por outfits mais simples e confortáveis, uma boa maneira de acrescentar um pouco da nossa personalidade ou tornar o look mais especial é através dos acessórios.

Confesso que nunca fui muito pessoa de acessórios mas desde que perdi o medo e furei as orelhas que comecei a dar mais atenção a estes detalhes. Costumo aproveitar estas alturas de saldos para adquirir os meus acessórios, em especial brincos pois sejam pequenos e simples ou grandes e chamativos dão sempre um ar diferente e mais composto ao look.

Costuma-se dizer que os brincos, colares e pulseiras/anéis são os acessórios chave mas, e apesar de os ter, nunca fui muito de usar pulseiras e anéis pelo que os troco por malas. Desde malas simples, mais formais ou completamente originais acho que podem marcar a diferença por sí só.

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Ainda assim malas pretas eram algo que não havia no meu roupeiro tal como brincos mais formais e chamativos, os chamados brincos statement. Encomendei os brincos desta publicação da Zaful, tal como as malas e o colar, e podem ver a diferença que fez num look completamente neutro e escuro.
O primeiro conjunto que vos mostro é sem dúvida o meu preferido apesar de o último ser mais do meu género. 
Para momentos em que vamos estar em casa de familiares ou de amigos em que a ocasião não peça um vestido de gala mas mesmo assim não queremos ir só com umas calças e uma camisola, os acessórios são sempre uma boa aposta tal como alguma maquilhagem.  
Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Acessórios | Como Transformar Um Look Simples

Catarina

Verão | Conciliar As Férias Com A Tese

Verão | Conciliar As Férias Com A Tese
O frio veio para ficar mas hoje trago-vos um último olhar sobre o verão e como conciliei as minhas férias com a tese.
Quem está na faculdade sabe que em altura de entregas de trabalhos e de exames o tempo parece passar duas vezes mais rápido, e este último ano de mestrado pareceu uma entrega prolongada que nunca mais chegava ao fim mas que ao mesmo tempo passou tão depressa.
Se alguém estiver a passar pelo mesmo o meu conselho é fazerem o máximo que puderem no primeiro semestre porque o segundo vai passar a voar e aquela sensação de que ainda temos tempo é o pior que podemos ter.

Verão | Conciliar As Férias Com A Tese
Toda esta conversa surge pela entrega de uma encomenda tardia. Há coisa de dois meses fiz uma encomenda na Zaful, e nessa encomenda vinha um artigo de verão, este macacão super giro. 
Se já não bastava ter de passar o verão a trabalhar para a tese, giro foi ver o verão durar até ao fim de Outubro e o “inverno” começar em Novembro. Isto porque entreguei a tese dia 31 de Outubro, ou seja, esteve bom tempo enquanto não pude desfrutar e agora que posso nada de sol e praia.
Achava mesmo que este macacão ia chegar a tempo de ser usado mas a alfândega de Inglaterra decidiu ter a encomenda parada durante um mês, ou seja algo que deveria ter levado um mês a chegar levou dois.
Verão | Conciliar As Férias Com A Tese
O padrão é super giro e é totalmente a minha cara. Adoro usar padrões florais durante o bom tempo. A roupa escura também me costuma ficar melhor, especialmente por ser morena, e por isso a cor base desta peça é perfeita.
É uma peça fresca, de costas à vista, e que quase parece um vestido. No entanto ainda bem que não o é uma vez que é bastante curto e qualquer brisa iría mostrar mais do que é suposto.
Verão | Conciliar As Férias Com A Tese
O truque para conseguirem aproveitar as férias, ou algumas férias, enquanto têm de trabalhar é simplesmente uma boa organização. Façam metas, calendários e tenham-nos sempre visíveis para terem noção do tempo a passar. Tentem ao máximo cumprir com as datas que marcam, se no dia X querem ter o capítulo 1 escríto façam o máximo para que isso aconteça.
Foi assim que defini três meses de verão de modo a conseguir ir de férias e não ficar em casa a trabalhar sem parar. tentei ao máximo cumprir os meus pequenos objetivos e dessa maneira consegui duas semanas de férias onde simplesmente desliguei da faculdade. Não escrevi nem pesquisei nada para a dissertação e essa pausa soube-me pela vida.
Verão | Conciliar As Férias Com A Tese
Vão ter que saber definir prioridades. Vão surgir imensos planos muito mais divertidos que ficar em casa todo o dia a escrever mas vai ser muito importante escolher quando ir e quando dizer não.
Vão perceber que toda a gente está de férias e a fazer mil coisas que vocês gostavam de fazer, e vão ter que se habituar a ver isso tudo estampado nas redes sociais. O importante é não desanimar e se cumprirem com os vossos calendários de certeza que conseguem tirar um dia por semana para descomprimir e não pensar sequer na faculdade.
Verão | Conciliar As Férias Com A Tese

Não vou mentir, não é nada divertido. Mas quando a entrega começa a ficar mais próxima, estar com amigos, passear e férias nem sequer é uma opção. Aquela sensação de urgência apodera-se de vocês e não pensam em mais nada senão acabar o trabalho a tempo. Nem que para isso apenas saiam da cama para ir para a frente do computador durante umas semanas. Mas no fim tudo terá valido a pena.

Já o macacão, ficará para estrear no próximo ano. O primeiro verão como arquiteta e com hórario de férias reduzido (não mais reduzido que este ano certamente). Podem vê-lo aqui e a Zaful está com uma promoção que podem aproveitar, a zaful double 11.

Já estiveram nesta situação? Querem que vos traga dicas de organização ou têm algum dúvida sobre as dissertações de mestrado?

Catarina

Little Details

Little Details
Esta semana tem sido um tanto “infernal”, tenho estado doente. Sinto que fiquei uma semana atrasada na minha vida tanto no blog, na faculdade, no trabalho e em tudo mas como nada dura para sempre já estou a ficar melhor.
Hoje venho mostrar-vos este colar que recebi da Born Pretty Store e perguntar-vos se já estão a pensar no dia dos namorados. Sim, ainda é cedo mas durante esta semana fui vendo já sugestões aqui e ali e pus-me a pensar nisso. Este colar vinha com uma mensagem muito querida e especial e a verdade é que estes pequenos detalhes fazem com que se dê mais valor a algo.
Pessoalmente gosto de prendas que tenham significado e não prendas que sejam “caras”, aliás acho que as peças de bijuteria que me são mais queridas nem sequer custaram 5 euros e se as perdesse algum dia acho que ia ficar bastante triste. E o que vos quero falar hoje é de isso mesmo, pequenas coisinhas, pequenos detalhes, um carinho, uma surpresa que por vezes valem mais do que um jantar, uma caixa de chocolates, um urso de peluche e as famosas flores.
Costumo dizer que as melhores prendas não são as que custaram mais dinheiro mas sim as que custaram mais tempo. Tenho desenhos e fotografias que são mais valiosas para mim que qualquer nota de 10/50/500 euros. Por isso se não sabes o que dar no próximo dia dos namorados não vás à procura da prenda “cliché” pelas lojas e supermercados, começa agora a pensar no que realmente gostarias de oferecer, sim agora! Porque agora é que tens tempo para preparar algo e se quiseres fazer tu próprio uma prenda. Se não podes ir jantar/almoçar fora porque não fazer uma refeição especial? Um piquenique (se o dia deixar) ou uma refeição caseira com os ingredientes preferidos da tua cara metade?
Os pequenos gestos são muito importantes e com o dia a dia podemos esquecermo-nos destas pequenas coisas mas felizmente (ou infelizmente) temos estes dias para nos lembrar que as nossas acções importam. 
Vamos começar a dar mais atenção aos pequenos detalhes?
Catarina