Tónico Para Pele Oleosa | The Body Shop

Tónico Para Pele Oleosa  The Body Shop
E finalmente trago-vos a review do tónico para pele oleosa da The Body Shop!
Acho que nunca tinha tido uma review tão pedida como esta e por aqui vai a minha opinião sobre este tónico para pele oleosa que tenho estado a usar.
Desde que vos mostrei a minha rotina de verão que mostraram imenso interesse por este produto e após vos ter falado das minhas primeiras impressões aqui, disseram que queriam uma review com mais tempo e mais informação.
Na verdade, querem mesmo saber é se ele controla a oleosidade como diz, não é verdade?

Tónico para pele oleosa – The Body Shop

Tónico Para Pele Oleosa  The Body Shop

O que a marca diz:

“Reequilibra e reanima a tua pele com este tónico harmonizante e sem álcool. Isso irá limpar suavemente as impurezas enquanto combate a pele oleosa, purificando e refrescando.
  • Adequado para pele mista / oleosa
  • Algas ricas em minerais da baía de Roaring, Irlanda
  • Livre de álcool
  • Algas e extrato de pepino
  • Clarificante e purificante.”
A embalegem tem 250 ml e paguei por ela em loja, da The Body Shop, 13 euros. Talvez consigam por melhor preço agora nos saldos.

O que eu achei:

Textura e aplicação:

Como é de esperar, o tónico é líquido. Aplicam fácilmente num disco de algodão que posteriormente passa bem o produto para a pele. Uma aplicação é suficiente para cobrir a cara toda.
Quando estão a aplicar este tónico têm a sensação de que este vai começar a fazer espuma, ao arrastarem com o disco de algodão na vossa pele. No entanto, isso não acontece. 

Cheiro:

O cheiro é muito suave e fresco. Não fica na pele. Sendo este um tónico de algas marinhas o cheiro e a frescura remetem-nos logo para o mar. No entanto não achei o cheiro característico de nada em específico.

Duração:

Talvez seja o facto de a embalagem não ter nada que impeça tanto produto de sair, mas já gastei mais deste tónico que em qualquer outro durante este tempo de utilização.
Os meus tónicos antigos tinham aquela cabeça que acabava por dosear/impedir que saisse produto a mais. Nesta embalagem apenas têm um buraco na tampa sendo que se não tiverem cuidado estão a gastar produto a mais.
Com isto, acho que será um produto que vou gastar com alguma rapidez uma vez que o utilizo duas vezes por dia.

Resultados:

Adoro a frescura que me dá à pele, especialmente agora no verão. É dos passos que mais gosto na minha rotina de pele exatamente por isso.
É excelente a eliminar restos de maquilhagem que tenham sobrevivido à limpeza. Por vezes retiro toda a maquilhagem da cara e quando passo com o tónico, este ainda apanha alguma pelo caminho.
E a questão que todas queriam saber: O tónico para pele oleosa controla a oleosidade?

Sim e não. Controla-vos a oleosidade da pele, sim, no sentido de não produzirem oleosidade durante o dia. Mas não vai impedir que vos apareçam borbulhas e pontos negros caso tenham produtos na vossa rotina que os estejam a provocar.
Testei isso com um creme que sei que não funciona comigo e me provoca borbulhas num instante. Apesar das borbulhas terem aparecido, nunca cheguei ao fim do dia com a cara oleosa.
Tenho no entanto de referir que controlar a oleosidade não é o objectivo de um tónico. Tal como o nome indica, o objectivo é tonificar e restabelecer o ph da vossa pele após a limpeza, preparando a pele para receber os produtos seguintes. 
Se o querem introduzir na vossa rotina utilizem um gel de limpeza e um creme hidratante que seja indicado para vocês e assim terão certamente excelentes resultados.

Aspectos negativos:

Para mim o facto de fazer aquela sensação de espuma, como já referi, faz me sempre ter a sensação de que estou a aplicar um género de detergente na pele. E isso não me agrada.
Isto é, no entanto, uma opinião pessoal e algo que me fez confusão sem ter qualquer interferência na eficácia do produto. 
Uma vez que os tónicos que utilizei nunca fizeram isso, provavelmente irei trocar este quando terminar e experimentar outro novo.
Têm algum que recomendem?

Gostaste deste post? Partilha-o!

Tónico Para Pele Oleosa  The Body Shop

Máscara De Café Para Olhos Inchados | DIY

Yellow Rain - Máscara De Café Para Olhos Inchados | DIY
Se há coisa que adoro fazer são DIY’s, desde pequena que adoro por “as mãos na massa” e fazer as minhas criações. E hoje trago-vos uma máscara de café caseira para os olhos inchados.

Lembram-se das revistas Bravo e Super Pop? Eu “colecionava” essas revistas e quase sempre havia uma secção que trazia receitas de máscaras, ou outros cosméticos que podiamos tentar fazer em casa. Especialmente no verão onde apareciam sempre as receitas milagrosas para uma barriga lisa.
Felizmente a moda passou caso contrário não haveria fruta nem vegetais que chegassem cá em casa. No entanto, nos últimos meses descobri um blog que passei a seguir religiosamente, o Hello Glow, e a receita que vos trago hoje é de lá.

Se não conhecem o Hello Glow e adoram produtos naturais, seja de cosmética ou de limpeza, e querem uma vida o mais natural possível, este é o blog que precisam de seguir!

Máscara de café para olhos inchados

Yellow Rain - Máscara De Café Para Olhos Inchados | DIY

Se acordam com os olhos inchados e cansados então esta máscara é para vocês!
A cafeína para além de nos fazer despertar, é excelente para combater o inchaço dos olhos. E os antioxidantes do café combatem com os radicais livres que envelhecem a pele.

Ingredientes:

  • 1 clara de ovo
  • 2 colheres de chá de café
Se for café fresco (ou seja, nunca usado) melhor porque contém mais cafeína. Mas caso não queiram desperdiçar café, podem fazer com café que tenham acabado de usar uma vez que ainda contém a maioria dos nutrientes.
Yellow Rain - Máscara De Café Para Olhos Inchados | DIY

Instruções:

Misturem o café com a clara numa tijela com um garfo. Misturem até que fique líquido/viscoso e sem grãos. 
Com um pincel ou com as mãos limpas, apliquem a máscara à volta dos olhos. Tenham cuidado para não colocar demasiado perto uma vez que a máscara ao secar vos pode colar as pestanas inferiores (nada agradável, acreditem) e não querem que vos entre nos olhos. Se quiserem podem aplicar por toda a cara.
Deixem ficar por 10 minutos. Vão começar a sentir a máscara a apertar a vossa pele. Isso deve-se ao facto de as claras começarem a secar. Se sentirem que está a ficar desconfortável, não esperem pelos 10 minutos e retirem tudo da vossa cara.
Retirem a máscara com água morna, ou com uma toalha húmida/toalhitas. Ela sai com facilidade. Depois terminem com o vosso hidratante e deitem foram o resto da máscara que sobrou.
Yellow Rain - Máscara De Café Para Olhos Inchados | DIY

Notas e opinião/experiência pessoal

  • Aconselho a que apanhem o cabelo ou utilizem uma bandolete antes de aplicarem a máscara. Como dissem em cima sobre as pestanas, a máscara de café ao apanhar o cabelo vai colá-lo à vossa pele e até que retirem a máscara isso é um pouco desconfortável.
  • A máscara sai muito facilmente e todo este processo é muito simples e não suja a casa. Levei cerca de 1 min. para misturar os ingredientes e aplicar na pele. Não sujei a casa de banho pois o produto mantém-se todo na cara sem escorrer.
  • Vai sobrar muita máscara, especialmente se só usarem nos olhos. Como não gosto de desperdiçar, quando a faço partilho-a com a minha mãe. Ambas utilizamos na cara toda e no fim já sobra pouco para deitar fora.
  • Vão sentir a pele mais fresca, muito lisa, e mais acordada. A cafeína é absorvida pela vossa pele o que vos vai dar aquela sensação de despertar.
  • Eu tenho papos debaixo dos olhos e noto que quando faço a máscara estes reduzem um pouco bem como as olheiras que ficam mais claras. No entanto este resultado apenas dura durante o dia em que fazem a máscara de café.
  • A minha mãe têm pele seca, e apesar de sentir os benefícios que disse em cima, diz que nota a pele um pouco baça após a aplicação.
Yellow Rain - Máscara De Café Para Olhos Inchados | DIY
Já tentaram fazer alguma máscara caseira como esta máscara de café? Como correu e que máscara fizeram? Contem-me nos comentários.

Gostaste deste post? Partilha-o!

Yellow Rain - Máscara De Café Para Olhos Inchados | DIY

Como Proteger Os Lábios Durante O Verão

Como Proteger Os Lábios Durante O Verão
Sabiam que a pele dos lábios é uma das peles mais finas e sensíveis que temos no nosso corpo? Basta esta frase para percebermos a importância de proteger os lábios contra factores externos, mas será que sabemos como o fazer?
Existem muitos cuidados labiais para o inverno uma vez que costumamos ficar com os lábios gretados. Mas e para o verão? Sabiam que ficam ressequidos do calor? E que podem ficar queimados do sol?

Como proteger os lábios durante o verão?

Como Proteger Os Lábios Durante O Verão

Confesso que os meus cuidados no verão são apenas três (um a mais que no inverno). E que esses três passos têm sido suficientes para manter uns lábios saudáveis, lisos e suaves.

Esses passos são:
  • Protecção Solar
  • Hidratação labial
  • Exfoliação
A protecção solar é, sem dúvida, o passo que acrescento no verão. É indispensável que tenham uma proteção com FPS elevado, de preferência FPS 50. Se não sabes como escolher o protetor mais indicado para ti, vê esta publicação.
A exfoliação é um passo que faço todo o ano, seja no corpo, rosto ou lábios. Mas não utilizo o mesmo produto para tudo, tenho um indicado para cada parte. A exfoliação é muito importante para que possam remover as células mortas e peles que tenham nos lábios sem as arrancarem e formarem feridas.
A hidratação é a base para que tudo isto funcione! E é sobre ela que quero falar especificamente hoje.
De nada vos serve uma boa exfoliação se não hidratarem os lábios para evitar que as peles secas se voltem a formar. De nada vos serve uma boa proteção solar se os vossos lábios estiverem tão secos que o protetor apenas fica nas peles mortas e secas. De nada vos serve procurarem soluções se não tratarem o problema principal.

Hidratação Labial

Como Proteger Os Lábios Durante O Verão

Escusado será dizer que a melhor hidratação vem do consumo de água. Nada nos hidrata mais que ingerir a água recomendada diáriamente. No entanto, rara é a pessoa que bebe dois litros de água diários (eu costumo ficar pelo litro e meio).
Com isto dito, existem produtos específicos para devolver, ou dar um extra de hidratação à nossa pele. E hoje quero falar do Organic Lip Silk da Odylique by Essencial Care.

O que a marca diz:

“Esta mistura nutritiva de carité crua, cera de abelha e coco fornece cuidados intensos para os lábios, ajudando na retenção de umidade e protegendo do efeito de secagem dos elementos. A Calendula suporta a cura dos lábios secos ou rachados e juntamente com a essência saborosa de casca de laranja doce, adiciona proteção antioxidante. Ótimo para toda a família, pode ser usado sozinho ou com batom para maior cuidado e brilho.  
  • 100% orgânico
  • Adequado para vegetarianos
  • O produto é orgânico certificado pela Soil Association
  • Embalagem reciclável”
Como Proteger Os Lábios Durante O Verão


O que eu achei:

Durante as últimas semanas deixei o meu bálsamo da Benecos de parte para testar este bálsamo da Odylique. As comparações que irei fazer aqui serão entre estes dois produtos.

Textura e aplicação:

Quem olha para o produto pensa automáticamente que este bálsamo é rijo. A cor assemelha-se a produtos de cera e confesso que esperava que fosse bastante difícil de aplicar. Não podia estar mais enganada!
Mal toca nos vossos labios parece manteiga. Tanto pela aplicação como pela textura super suave e cremosa. Enquanto que o outro bálsamo em stick que tenho é rijo mas aplica-se muito bem (textura normal de batons como a labello, por exemplo), este é bastante cremoso!

Cheiro:

Tem um cheiro bastante suave que não consigo identificar um ingrediente específico. Apesar de ter coco na composição não cheira a este (e ainda bem porque odeio o cheiro a coco).
Uma vez que é um produto orgânico sem perfumes adicionados, o cheiro que se sente é o odor natural dos componentes utilizados na fórmula.

Duração:

Em relação à duração do produto,  e uma vez que ainda não o terminei, estimo que seja o mesmo que qualquer outro bálsamo labial. Apesar de ser um produto cremoso não utilizei muito mais que noutro bálsamo. Ainda assim, e devido à textura, irá sempre depender da aplicação de cada um.
Em relação ao produto em si, sinto que me confere hidratação durante cerca de meio dia. Isto talvez seja também porque ao almoço sinto sempre necessidade de voltar a aplicar bálsamo. Como tal só o apliquei duas vezes, uma de manhã e outra ao almoço.
Comparando com o outro bálsamo, este leva mais tempo a ser absorvido nos lábios. Enquanto que o outro é quase que imediato este leva alguns minutos até ficarem sem a sensação de cremosidade. Pessoalmente, este aspecto não me incomodou nada.

Resultados:

Os meus lábios ficaram super suaves e lisos com a utilização deste bálsamo. Hidrata imenso e aconselho bastante a quem tem lábios muito secos. Acho que a hidratação é ainda maior do que o outro que estou a utilizar e é excelente para terminar com os lábios ressequidos.

Opinião final: 

Gostei imenso deste bálsamo e vou sem dúvida continuar a utilizá-lo! No entanto, e uma vez que no inverno os meus lábios ficam mil vezes pior, muito secos, gretados e cheios de peles, vou guardá-lo para utilizar na entrada da época fria.
Por agora, os meus lábios estão hidratados e por isso vou continuar a utilizar o bálsamo da Benecos, uma vez que de momento não preciso de uma hidratação tão grande.
Se têm lábios muito secos e ressequidos este é um produto que vos recomendo. Para além disso, a Odylique é uma marca indicada para peles sensíveis e reativas.
No entanto, para além da hidratação, agora no verão devem também usar protetor solar. Se puderem façam, também, uma exfoliação semanal. Acreditem que estes três passos fazem toda a diferença.
Já conheciam esta marca? Que produtos utilizam para proteger os lábios?

Gostaste deste post? Partilha-o!

Como Proteger Os Lábios Durante O Verão

Como Escolher O Protector Solar?

Como Escolher O Protector Solar?
Por esta altura acho que é certo assumir que já todos temos o nosso protector solar para este ano.  Já estamos pelo verão a dentro e apesar de o tempo não querer colaborar, já deu para dar uns saltinhos à praia.
Existem imensas campanhas de promoções nestes produtos e por norma já temos o nosso ainda antes do verão começar.  Mas será que sabemos escolher o protector solar mais indicado para nós? O que protege mais? Ou apenas escolhemos o que está com a melhor promoção/preço?
Existem imensas marcas dedicadas a este assunto e com pouca informação é difícil perceber o que realmente as distingue. Como tal, hoje trago-vos mais uma publicação em parceria com a Diana onde vamos esclarecer algumas dúvidas.

Diana Ferreira, Técnica de Farmácia

“Diana Ferreira, natural de Vila Nova de Gaia, 31 anos, licenciada em farmácia desde 2008 (Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto); desde 2014 tenho vindo a fazer várias formações na área da estética, nomeadamente Estilismo de Unhas, Massagem, Epilação com Cera e Threading e Limpeza de Pele (técnica de estética). Actualmente trabalho na Farmácia Atlântico em São Félix da Marinha, Vila Nova de Gaia.”
 
Ninguém melhor que a Diana para nos ajudar nestas questões.  Por isso tentei perceber quais os melhores protetores solares do mercado e como os escolher.
 

Qual o melhor protector solar no mercado?

A primeira pergunta foi logo bastante direta mas queria saber se havia algum produto, ou conjunto de produtos, que fosse considerado o holy grail da proteção solar.
Achava eu que existiria pelo menos um que fosse considerado excelente em proteção, textura, durabilidade, etc. No fundo, uma referência excelente no geral que se adequasse a qualquer pessoa. Mas estava enganada.
É complicado dizer qual o melhor protector solar existente no mercado pois este é vasto e com bastante variedade, características inovadoras, diversas texturas e fragrâncias adequadas a diferentes tipos e estados de pele. O que poderá ser o melhor para mim, não quer dizer que seja o mesmo para si, pois podemos ter tipo de pele e gostos diferentes.”

Mas então como devemos escolher o melhor protetor solar consoante as nossas necessidades?

Como escolher o protector solar?

“Na minha opinião, um bom protector solar deve apresentar um índice de protecção elevado contra a radiação UVA e UVB (os UVA são os responsáveis pelas alergias solares, fotoenvelhecimento, desordens pigmentares e desenvolvimento de cancros cutâneos, e os UVB pelo bronzeado e golpes de sol; estudos recentes confirmam também que a luz visível e os raios infravermelhos, além de penetrarem mais profundamente na pele, intensificam os sinais visíveis do fotoenvelhecimento. Contudo já existem marcas no mercado que já abrangem este tipo de radiação), ser hipoalergénico, com filtros estáveis e resistentes à água e transpiração. Convém reforçar que o protector deve ser aplicado no mínimo de duas em duas horas, de forma a manter a sua eficácia.”

Uma boa proteção solar é considerada quando o FPS é superior a 30. Existem produtos (como o bronzeador da imagem) que têm FPS inferior a 10 e é escusado dizer que aquilo não protege rigorozamente nada.
Em situações em que utilizem produtos com FPS’s baixíssimos, devem sempre colocar à mesma o vosso protector solar.

Proteger a pele, lábios e cabelo

“Além da utilização do protector solar facial / corporal, dos quais já falei anteriormente, aconselho sempre a utilização de um cuidado específico para lábios e outro para cabelos. A pele dos lábios é bastante fina e frágil, daí necessitar de um produto específico que alie a elevada protecção à nutrição, de forma a dar conforto aos lábios ressequidos, ao mesmo tempo que os defende de agressões externas. Os protectores solares capilares, que poderão encontrar sob a forma de óleos e fluídos, por exemplo, além de protegerem a fibra capilar, evitando que esta fique seca e danificada, inibem a alteração da cor dos cabelos sujeitos a tratamentos químicos, que por si só já são mais propícios a esses problemas.”

A Diana acrescenta ainda que devemos utilizar um cuidado labial de elevada protecção (idealmente SPF 50+) e bastante nutritivo.
Como sabem estou a utilizar este protector labial que infelizmente é apenas de FPS 30. Mas também tenho outros cuidados com os lábios nesta altura do ano que irei falar noutra publicação.
O meu protetor capilar é este e foi a minha salvação no ano passado. Foi o único produto que conseguiu com que parasse de apanhar escaldões na cabeça e a partir dai rendi-me completamente aos protectores capilares. Podes ver a minha opinião completa sobre ele aqui.
São dois cuidados que acho essenciais e por norma levo sempre estes três protectores solares comigo para todo o lado (cara/corpo, lábios e cabelo).

Existem componentes que devemos evitar nestes produtos?

Tenho lido bastantes coisas neste aspecto e visto muita gente a descartar produtos por terem X químicos. Aproveitei para perguntar à Diana se de facto devemos evitar algum compenente ou se é uma nova moda nas redes sociais que anda a “contagiar” as mulheres.
Eis a resposta:
“Devemos de procurar fórmulas o mais simples possíveis, de forma a reduzir o risco de desenvolver reacções alérgicas. No meu entender, não devemos de ser extremistas ao ponto de banir todo e qualquer conservante que possa existir num cosmético, porque se o INFARMED (entidade responsável pela introdução e supervisão dos produtos cosméticos no mercado português) aprova a sua comercialização é porque a sua utilização é segura. Contudo cabe a cada um de nós decidir quais os componentes queremos ou não utilizar, consoante as nossas crenças e ideologias.”

Os produtos preferidos da Diana

Apesar de não querer apontar para “o melhor” protector solar do mercado a Diana não deixou de dizer quais os produtos que preferia. No entanto há que realçar que a Diana tem a pele oleosa, sensível e com fototipo II.
Como Escolher O Protector Solar?

1 – Solar óleo ultra-protetor – Rene Furterer

2 – Lierac – Sunissime leite reparador pós solar

3 – Isdin – Fotoprotector fusionwater spf 50

4 – Lierac – Sunissime leite corpo spf50Lierac – Sunissime fluido proteção rosto spf50

5 – Bioderma – Photoerpès stick labial

6 – Klorane – Ylang ylang óleo para cabelo exposto ao sol

Este ano já tenho o meu protector solar mas para o próximo quero experimentar o da Isidin. Tenho visto a Jael, do blog Coquette à Portuguesa, recomendar os protectores desta marca e o feedback das leitoras tem sido muito bom.
Qual é o protector solar que estão a usar este ano?

Gostaste deste post? Partilha-o nas redes sociais!

Como Escolher O Protector Solar?

As Bases Com Protecção Solar Funcionam?

As Bases Com Protecção Solar Funcionam?
Todos os anos as marcas lançam novos produtos sendo que antes de chegar o verão, as marcas costumam lançar os seus novos produtos das gamas solares. E uma das novidades que tem ganho notoriedade são as bases com protecção solar.
Embora a grande parte das bases no mercado não tenha qualquer proteção, já conseguimos achar uma boa quantidade de produtos com vários SPF’s. No entanto, sempre tive a dúvida se de facto as bases conferem alguma protecção.
Como acredito que não sou a única pessoa com esta dúvida decidi entrar em contacto com uma especialista da área e acabar com todas as questões!

Diana Ferreira, Técnica de Farmácia

“Diana Ferreira, natural de Vila Nova de Gaia, 31 anos, licenciada em farmácia desde 2008 (Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto); desde 2014 tenho vindo a fazer várias formações na área da estética, nomeadamente Estilismo de Unhas, Massagem, Epilação com Cera e Threading e Limpeza de Pele (técnica de estética). Actualmente trabalho na Farmácia Atlântico em São Félix da Marinha, Vila Nova de Gaia.”

Entrei em contacto com a Diana, técnica de famácia, e questionei-lhe sobre vários assuntos. A Diana, super simpática, disponibilizou-se logo para ajudar. 

As bases com protecção solar funcionam?

A primeira questão que coloquei à Diana foi exatamente esta. As bases com protecção solar funcionam ou é apenas um golpe de marketing?
A resposta foi a seguinte:
“Relativamente a esta questão, na minha opinião não é apenas marketing. Desde que apresentem um factor de protecção solar elevado (entre 30 e 50+) e assim como os protectores solares, voltarmos a aplicar sempre que necessário, são eficazes.”

Confesso que até agora só “encontrei” bases com SPF 15. Mas a verdade é que nunca procurei por bases com preferencia na protecção solar. Aliás, a minha base da Vichy tem SPF 15 e nunca substituí o uso do protetor solar por ela. 
O que me levou à seguinte questão.

É preciso utilizar protetor solar antes das bases com protecção solar?

“Depende do factor de protecção solar da base. Se este for baixo, pode e deve aplicar antes da maquilhagem um protector solar facial de índice de protecção elevado. Existem produtos com texturas bastante leves e que penetram perfeitamente na pele, sem a deixar congestionada e com propriedades matificantes, acabando por substituir a utilização de um primer.”

Ou seja, como foi dito em cima, a Diana está a referir-se a produtos com protecção entre 30 e 50+. Tudo o que seja a baixo disso deve ser sempre complementado com o uso de um protetor solar com os fatores aqui indicados.

Nota:

Apesar de conseguirmos protecção solar através da base, se o objectivo for ir à praia/piscina, o mais indicado é ter sempre a pele o mais natural possível. Numa situação destas a base não substitui o uso de protetor solar uma vez que provavelmente irá acabar por sair da pele com alguma rapidez.

Como reaplicar a proteção solar sem ter que retirar a maquilhagem?

Como sabemos, é aconselhado reaplicar o protetor solar de 2h em 2h. Mas se estamos com uma base isso significa que temos de a retirar e voltar a aplicar? Ou retirar tudo para voltar a colocar o protetor?
Nesta situação, ao longo do dia, não é nada prático reaplicar o protector porque teríamos que remover a maquilhagem primeiro. Neste caso, aconselho a utilização de um destes dois produtos que podem ser aplicados por cima da base (falo apenas destes pois não sei se existem outros no mercado dentro do género, mas acredito que sim): Bioderma Hydrabio Bruma Hidratante Fotoprotectora SPF30 e Isdin Fotoprotector SunBrush Mineral SPF50+. A bruma é parecida com uma típica água termal mas com SPF30 enquanto que o SunBrush é um pincel que tem incorporado um recipiente com um pó solto mineral, que além de ter protecção muito elevada, ajuda na fixação da maquilhagem, matificando a pele.”

Ou seja, para que tudo fique no sítio e não tenhamos que retirar nada para reaplicar a protecção solar, podemos recorrer a brumas ou pós soltos minerais com SFP’s elevados, aplicando por cima da maquilhagem. Desde modo conseguimos fazer a reaplicação de 2h em 2h.
Perguntei ainda se a Diana recomendava alguma base em específico mas como cada pele tem as suas necessidades a Diana não quis entrar em recomendações específicas (o que faz todo o sentido).  Ainda assim disse:
“Não quero estar a ser tendenciosa nem falar em marcas, mas posso garantir que em farmácia existem bases de maquilhagem de elevado índice de protecção e excelente cobertura, para todos os tipos de pele com óptima relação qualidade preço.”

Espero que esta publicação vos tenha ajudado tanto como me ajudou! Utilizam alguma base com SPF elevado? Digam-me qual nos comentários.

Se gostaste deste post partilha-o nas redes sociais!