Como Curar Um Escaldão?

Como Curar Um Escaldão?
Agosto está a terminar e se para alguns isso significa o fim das férias, como eu, para outros significa o início. No entanto, ainda há muita praia por fazer e hoje vou ensinar-te a curar um escaldão.
Se és como eu, passaste o ano à espera da época balnear, de temperaturas altas e pele bronzeada. Mas isso por vezes tem os seus lados negativos. Apesar de existir muita informação sobre os cuidados a ter com a exposição solar, muitos não a têm. E por vezes esses cuidados também não chegam.
O sol inside cada vez mais forte na nossa pele e isso significa que temos de redobrar os cuidados. Mas se não o fizeste e acabaste com um valente escaldão, estes são os passos que tens de seguir.

Como curar um escaldão?

Na realidade não podemos curar um escaldão. Um escaldão é uma queimadura da pele e tal como outro tipo de queimadura, uma vez lá é impossível voltar para trás. 
O que podemos fazer é ajudar a pele a regenerar mais depressa e atenuar as consequências.

Tal como quando queimamos o dedo o tiramos rapidamente desse sítio e o vamos por debaixo de água, com a pele a lógica é a mesma. Primeiro há que sair do local que nos está a magoar, depois atenuar a dor e a queimadura.

1 – Sair de baixo do sol

Se o sol te está a queimar então a primeira ação é sair de baixo dele. Caso contrário só te vai continuar a queimar mais!
Parece óbvio mas a maioria das pessoas continua na exposição solar como se nada fosse, agravando muito mais a situação. Se estás na praia então deves procurar sombra, seja debaixo de um chapéu de sol, numa esplanada ou em último caso desistir e ir para casa.
Levar contigo um chapéu de praia pode ser chato, mas não só é fundamental para manter água e alimentos à sombra, como para te aliviar quando o calor é intenso.

2 – Aplicar um creme refrescante

A maioria das pessoas, após um escaldão, coloca um after sun. Mas um after sun qualquer não vai ajudar a tua pele a regenerar. O que a tua pele necessita é de um creme com ação refrescante. 
Existem, no entanto, after sun’s que têm esta ação e deves, se preferires, comprar logo um a pensar nesta situação.
O que essa ação vai fazer é uma diminuição da temperatura da pele, aliviando assim a dor e ajudando a pele a regenerar mais rápido.
Como Curar Um Escaldão?
Clinique | Piz Buin | Roc


3 – Hidratar a pele

Depois da diminuição da dor é crucial hidratar a pele. O ideal é hidratares com produtos de aloé vera, ou se tiveres a planta podes cortar uma folha ao meio e aplicar diretamente sobre a queimadura.  Podes também por a folha no frigorífico para que alivie ainda mais ao estar fresco.
O meu after sun para além de ter ação refrescante é de aloé vera, o que o torna num 2 em 1. Tenho-o usado todos os dias, não só quando vou à praia, e ainda não tenho qualquer parte do corpo a escamar.
Uma boa hidratação evita isso mesmo, a escamação. Ou não a podendo evitar, faz com que seja muito menor do que se não tiveres qualquer cuidado.

4 – Bebe muita água

Hidratar exteriormente não é suficiente e por isso deves ingerir muita água para que ajudes o teu corpo a regenerar desde o interior. 
Um escaldão pode provocar desidratação e por isso podes também começar a sentir os lábios e as mãos secas. A água é fundamental para combater isso.

5 – Roupa larga e leve

Acho que todos nós já apanhamos um valente escaldão uma vez na vida. Sim, daqueles que doi só de pensarmos neles, nem precisamos de tocar.
Se esse é o teu caso, aposta em roupas largas e leves. Utiliza tecidos de algodão e de seda e deixa de parte tudo o que é justo e que te aperta. Deste modo evitas um grande desconforto ao longo do dia.

6 – Redobra os cuidados

Este é o passo que provavelmente ninguém faz mas que para mim é o mais importante. 
Após um escaldão a tua pele fica fragilizada, sensível, e se estiver a escamar então tens pele nova exposta ao sol. Deveria ser do senso comum aplicar ainda mais protetor solar que o habitual, mas isso não acontece.
O que deves fazer é aplicar o teu protetor solar com mais frequência! E se preferires mais proteção, utilizar um protetor solar de SPF 50+. Deves também evitar estar ao sol nas horas mais quentes e evitar estar muito tempo na água uma vez que o sol queima mais lá.
Já tive amigos que apanharam um escaldão em cima de outro (ou seja ainda tinham um e apanharam outro na pele nova que estava agora exposta ao sol). E posso dizer-te que não é nada giro. A dor deles era visível e acredito que é uma situação pela qual ninguém quer passar. 
Por isso se apanhaste um escaldão estes são os passos que deves seguir. Já os conhecias a todos?

Conheces alguém nesta situação? Partilha este post com ele/a!

Como Curar Um Escaldão?

Os Meus Essenciais De Viagem

Já vamos a meio do mês de Agosto e quando estiverem a ler este post, já eu estou no meu segundo destino de férias. Como tal, hoje trago-vos os meus essenciais de viagem.
Se há coisa que eu odeio fazer são as malas. Primeiro porque sou aquela pessoa que desarruma o quarto todo para ver todas as opções. Depois porque tenho sempre aquela sensação de que pode faltar alguma coisa. Isto também serve para voltar de férias, onde acho sempre que deixei ficar qualquer coisa.
Costumo fazer sempre uma lista das coisas essenciais de viagem, onde vou anotando tudo conforme me lembro. Depois faço uma “tour” pela casa onde vou agarrando em tudo o que preciso de levar e meto em cima da cama. Por fim, faço a triagem das coisas todas e vejo se cabe tudo na mala.
Em relação à beleza, tento levar apenas o essencial. Só que o essencial ocupa sempre muito espaço. Por isso sempre que possivel utilizo amostras para as viagens.
Os essenciais que vos mostro hoje são os que levei para o Algarve. São os produtos que não dispensei na minha rotina.

Os meus essenciais de viagem


Cabelo e Corpo

Algarve significa praia e como tal, o meu shampoo e condicionador da gama Minha Praia não podiam faltar. Tenho usado imenso esta gama e tenho estado  a adorar. O cheirinho dos produtos é maravilhoso, é um cheiro que nos remete logo à praia.
Como gel de banho levo o de lavanda da Bentley Organic. Já fiz review deste gel aqui. Para além de ser travel size, nunca sei quando me vai aparecer novamente o eqzema, ou alergia a picadas de insetos (como melgas). Como tal este é o gel perfeito para levar uma vez que me acalma a pele mesmo neste estado.
Mostrei-vos este After Sun nesta publicação e se a leram sabem exatamente o porquê de o levar comigo. 
O creme de mãos está sempre comigo. Fico com as mãos secas muito fácilmente e este da Benecos hidrata e cheira muito bem.

Cuidados de rosto

Nos cuidados de rosto limito-me sempre ao essencial: Limpar, tonificar e hidratar.
Para gel de limpeza levo o meu da Lierac. Adoro este produto, combate muito bem a oleosidade da pele.
Em vez do tónico, levo a minha água de rosas da Avon uma vez que a embalagem é bem mais pequena. Como não tem as mesmas propriedades de um tónico, apenas a uso assim em ocasiões mais curtas ou depois de máscaras/exfoliantes.
Para hidratar levei os meus cremes de rosto e olhos. Estou de momento a utilizar o sebo vegetal da Yves Rocher para peles oleosas e o creme de olhos da The Body Shop. Ambos os cremes estão a ser testados para vos trazer reviews sobre os mesmos.

Maquilhagem

Como já vos disse nesta publicação, no verão gosto de usar pouca maquilhagem. Como tal substituo a base por este BB cream da Garnier.

O corrector de olheiras, da Catrice, não pode faltar e consequentemente o pró translúcido, da Primark, para fixar. Levo apenas o pincel para aplicar o pó.
Para mais, apenas levo dois batons nude, uma máscara de pestanas e um lápis de olhos. Os batons são o 02 Blush Bloom da Bershka e o 23J da Make Up Factory. A máscara de pestanas é a Lash Paradise da L’óreal e o lápis de olhos é o preto da Benecos.
O lápis de sobrancelha da Avon, na cor preta, não pode faltar para corrigir as falhas.
E por fim, o perfume da My Label que é pequeno e não ocupa muito espaço na mala, para além de cheirar muito bem.
Tudo junto pode parecer muito, mas a verdade é que reduzo os meus cuidados, quando vou de férias, ao que acho mesmo essencial e não consigo dispensar. Vocês acrescentavam mais alguma coisa?
Quais são os vossos essenciais de viagem?

Gostaste deste post? Partilha-o!


O Melhor After Sun Que Já Usei

O Melhor After Sun Que Já Usei
Tenho falado bastante aqui no blog sobre a proteção solar e os cuidados que devemos ter quando expostos ao sol. Mas hoje venho falar-vos de um produto que devemos usar após a exposição solar: o After Sun.
A verdade é que após a exposição solar é muito importante hidratar a pele, expecialmente se esta estiver queimada, para minimizar os estragos. O After Sun é o produto mais comum que utilizamos nesta altura do ano para este fim.
Pelo título conseguem perceber que a review de hoje é positiva. Confesso que desde que tenho usado estes produtos orgânicos que cada vez mais estou tentada a fazer a transição para produtos vegan. Os benefícios têm sido visíveis e com este produto não foi exceção.
Nunca fiz uma review de um after sun aqui no blog. Durante anos usei aquele da Garnier que deixava a pele com brilhos. E muito sinceramente usava-o por causa dos brilhos. 
Os que usei sempre me deixaram a pele peganhenta, e por isso, nunca gostei muito de os usar. Mas eis que achei o melhor after sun que já usei.

After Sun – Bentley Organic

O Melhor After Sun Que Já Usei

O que a marca diz:

“O Aloé Vera suavizante e a Manteiga de Karitê ajudam a reparar a pele enquanto a camomila e o óleo de caroço de alperce a acalmam, ajudando a aliviar a sensação  de picada. – 71% de ingredientes biológicos – 250ml

Todos os produtos Bentley Organic são certificados biológicos pela Soil Association do Reino Unido – esta é a nossa garantia de que os nossos produtos são genuinamente biológicos.

Os produtos contêm um sistema de conservação único e patenteado, não sendo necessário o uso de:
  • Phenoxyethanol
  • Parabenos
  • Benzyl Alcohol
  • SLS ou SLES
  • Cocamidopropyl Betaine
Fazendo com que os produtos Bentley Organic sejam melhores que o standard exigido pela Soil Association, EcoCert ou NOP


Produto Certificado pela Soil Association como garantia independente de que:



– contém a máxima quantidade possível de ingredientes biológicos



– é biodegradável e amigo do ambiente



– não foi testado em animais



– livre de químicos tóxicos, fragrância artificial, coloração artificial, petroquímicos, glicois, DEA, MEA, TEA, sulfatos, etc



– não contém OGM (organismos geneticamente modificados)



Dermatologicamente Testado”


A embalagem tem 250 ml e um custo de 9,52 euros, estando agora em promoção aqui!
O Melhor After Sun Que Já UseiO Melhor After Sun Que Já Usei

O que eu achei:

Textura:

Este after sun é bastante líquido e fresco! Não lhe chamaria de creme de corpo porque não parece um creme e também não tem a consistência de um gel.
Espalham muito bem por todo o corpo e este é absorvido muito rápidamente. Como disse em cima, o que mais odiava em after sun’s era ficar com a pele peganhenta, especialmente porque costumo usar depois do banho e ao vestir a roupa sentia tudo a colar-se na pele. Com este after sun isso não acontece, o que me deixou logo entusiasmada por usá-lo.

Cheiro:

Apesar de ter vários ingredientes, o cheiro característico deste produto é o de coco. Ou talvez seja por não gostar deste cheiro que o identifico mais facilmente, mas parece-me ser mesmo o cheiro predominante.
O facto de ser um cheiro natural em vez de criado com químicos faz com que seja suave e não muito forte. 
Eu que não gosto nada de coco, consigo usar o produto acabando por me habituar ao aroma. No entanto se forem muito sensíveis a este cheiro talvez vos cause algum desconforto.
Uma vez que este não é forte, acaba por ir desaparecendo. Não ficam com o cheiro na pele durante muito tempo.

Duração:

A sensação de hidratação e de acalmar a pele dura o resto do dia (tenho utilizado este produto normalmente ao fim da tarde). Já a duração do produto em si é excelente!
Basta uma pequena quantidade (do tamanho de um grão) para espalharem numa perna. O facto de ser tão líquido faz com que renda imenso. Tenho usado há coisa de um mês e a embalagem ainda me parece cheia (parece porque não dá para ver).

Resultados:

Acalma a pele e refresca de imediato!  Para além de hidratar imenso. Não tenho tido pele seca devido ao sol e neste momento este é o único “creme” de corpo que estou a utilizar, uma vez por dia.
Para quem tem eqzemas, dermatite, ou outro problema de pele reativa como eu, este produto é muito bom para acalmar a sensação de comichão na pele.
No entanto, e por haver reações de pele mais fortes que outras e mais sensíveis, devem testar primeiro o produto numa pequena área para terem a certeza que não piora a situação. Felizmente, estes produtos calmantes têm sido muito bons comigo.
No geral gostei imenso deste after sun! O único ponto negativo para mim é mesmo o cheiro a coco mas como gosto tanto dos resultados e de como funciona comigo, vou sem dúvida continuar a utilizá-lo.
E vocês, que after sun usam? Conhecem algum que também achem fantástico?

Gostaste deste post? Partilha-o!

O Melhor After Sun Que Já Usei

Como Escolher O Protector Solar?

Como Escolher O Protector Solar?
Por esta altura acho que é certo assumir que já todos temos o nosso protector solar para este ano.  Já estamos pelo verão a dentro e apesar de o tempo não querer colaborar, já deu para dar uns saltinhos à praia.
Existem imensas campanhas de promoções nestes produtos e por norma já temos o nosso ainda antes do verão começar.  Mas será que sabemos escolher o protector solar mais indicado para nós? O que protege mais? Ou apenas escolhemos o que está com a melhor promoção/preço?
Existem imensas marcas dedicadas a este assunto e com pouca informação é difícil perceber o que realmente as distingue. Como tal, hoje trago-vos mais uma publicação em parceria com a Diana onde vamos esclarecer algumas dúvidas.

Diana Ferreira, Técnica de Farmácia

“Diana Ferreira, natural de Vila Nova de Gaia, 31 anos, licenciada em farmácia desde 2008 (Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto); desde 2014 tenho vindo a fazer várias formações na área da estética, nomeadamente Estilismo de Unhas, Massagem, Epilação com Cera e Threading e Limpeza de Pele (técnica de estética). Actualmente trabalho na Farmácia Atlântico em São Félix da Marinha, Vila Nova de Gaia.”
 
Ninguém melhor que a Diana para nos ajudar nestas questões.  Por isso tentei perceber quais os melhores protetores solares do mercado e como os escolher.
 

Qual o melhor protector solar no mercado?

A primeira pergunta foi logo bastante direta mas queria saber se havia algum produto, ou conjunto de produtos, que fosse considerado o holy grail da proteção solar.
Achava eu que existiria pelo menos um que fosse considerado excelente em proteção, textura, durabilidade, etc. No fundo, uma referência excelente no geral que se adequasse a qualquer pessoa. Mas estava enganada.
É complicado dizer qual o melhor protector solar existente no mercado pois este é vasto e com bastante variedade, características inovadoras, diversas texturas e fragrâncias adequadas a diferentes tipos e estados de pele. O que poderá ser o melhor para mim, não quer dizer que seja o mesmo para si, pois podemos ter tipo de pele e gostos diferentes.”

Mas então como devemos escolher o melhor protetor solar consoante as nossas necessidades?

Como escolher o protector solar?

“Na minha opinião, um bom protector solar deve apresentar um índice de protecção elevado contra a radiação UVA e UVB (os UVA são os responsáveis pelas alergias solares, fotoenvelhecimento, desordens pigmentares e desenvolvimento de cancros cutâneos, e os UVB pelo bronzeado e golpes de sol; estudos recentes confirmam também que a luz visível e os raios infravermelhos, além de penetrarem mais profundamente na pele, intensificam os sinais visíveis do fotoenvelhecimento. Contudo já existem marcas no mercado que já abrangem este tipo de radiação), ser hipoalergénico, com filtros estáveis e resistentes à água e transpiração. Convém reforçar que o protector deve ser aplicado no mínimo de duas em duas horas, de forma a manter a sua eficácia.”

Uma boa proteção solar é considerada quando o FPS é superior a 30. Existem produtos (como o bronzeador da imagem) que têm FPS inferior a 10 e é escusado dizer que aquilo não protege rigorozamente nada.
Em situações em que utilizem produtos com FPS’s baixíssimos, devem sempre colocar à mesma o vosso protector solar.

Proteger a pele, lábios e cabelo

“Além da utilização do protector solar facial / corporal, dos quais já falei anteriormente, aconselho sempre a utilização de um cuidado específico para lábios e outro para cabelos. A pele dos lábios é bastante fina e frágil, daí necessitar de um produto específico que alie a elevada protecção à nutrição, de forma a dar conforto aos lábios ressequidos, ao mesmo tempo que os defende de agressões externas. Os protectores solares capilares, que poderão encontrar sob a forma de óleos e fluídos, por exemplo, além de protegerem a fibra capilar, evitando que esta fique seca e danificada, inibem a alteração da cor dos cabelos sujeitos a tratamentos químicos, que por si só já são mais propícios a esses problemas.”

A Diana acrescenta ainda que devemos utilizar um cuidado labial de elevada protecção (idealmente SPF 50+) e bastante nutritivo.
Como sabem estou a utilizar este protector labial que infelizmente é apenas de FPS 30. Mas também tenho outros cuidados com os lábios nesta altura do ano que irei falar noutra publicação.
O meu protetor capilar é este e foi a minha salvação no ano passado. Foi o único produto que conseguiu com que parasse de apanhar escaldões na cabeça e a partir dai rendi-me completamente aos protectores capilares. Podes ver a minha opinião completa sobre ele aqui.
São dois cuidados que acho essenciais e por norma levo sempre estes três protectores solares comigo para todo o lado (cara/corpo, lábios e cabelo).

Existem componentes que devemos evitar nestes produtos?

Tenho lido bastantes coisas neste aspecto e visto muita gente a descartar produtos por terem X químicos. Aproveitei para perguntar à Diana se de facto devemos evitar algum compenente ou se é uma nova moda nas redes sociais que anda a “contagiar” as mulheres.
Eis a resposta:
“Devemos de procurar fórmulas o mais simples possíveis, de forma a reduzir o risco de desenvolver reacções alérgicas. No meu entender, não devemos de ser extremistas ao ponto de banir todo e qualquer conservante que possa existir num cosmético, porque se o INFARMED (entidade responsável pela introdução e supervisão dos produtos cosméticos no mercado português) aprova a sua comercialização é porque a sua utilização é segura. Contudo cabe a cada um de nós decidir quais os componentes queremos ou não utilizar, consoante as nossas crenças e ideologias.”

Os produtos preferidos da Diana

Apesar de não querer apontar para “o melhor” protector solar do mercado a Diana não deixou de dizer quais os produtos que preferia. No entanto há que realçar que a Diana tem a pele oleosa, sensível e com fototipo II.
Como Escolher O Protector Solar?

1 – Solar óleo ultra-protetor – Rene Furterer

2 – Lierac – Sunissime leite reparador pós solar

3 – Isdin – Fotoprotector fusionwater spf 50

4 – Lierac – Sunissime leite corpo spf50Lierac – Sunissime fluido proteção rosto spf50

5 – Bioderma – Photoerpès stick labial

6 – Klorane – Ylang ylang óleo para cabelo exposto ao sol

Este ano já tenho o meu protector solar mas para o próximo quero experimentar o da Isidin. Tenho visto a Jael, do blog Coquette à Portuguesa, recomendar os protectores desta marca e o feedback das leitoras tem sido muito bom.
Qual é o protector solar que estão a usar este ano?

Gostaste deste post? Partilha-o nas redes sociais!

Como Escolher O Protector Solar?

Gel De Banho Orgânico Que Acalma O Corpo

Gel De Banho Orgânico Que Acalma O Corpo
Este mês que passou foi um mês complicado no que toca à blogosfera e por isso ausentei-me um pouco do blog para me reorientar. Se leram este post perceberam que por vezes é melhor parar, respirar e depois voltar do que forçar algo que simplesmente não está bem.
Por isso este mês volto em força com imenso conteúdo planeado e o primeiro post é sobre um gel de banho orgânico que acalma o corpo da Bentley Organic.
Como sabem o blog é parceiro da loja Eco Escolhas, loja que vende várias marcas orgâncias, vegan e cruelty free. Foi através dela que vos dei a conhecer a marca Benecos e hoje trago-vos a Bentley Organic. A Bentley Organic, tal como o nome indica, é uma marca orgânica de produtos Cruelty Free que é adequada a todos os vegetarianos. A marca apenas não é Vegan devido a ter mel e cera de abelha em alguns produtos. 
Estamos a atravessar uma era em que a natureza está a voltar a ser uma prioridade nas nossas vidas (algo que nunca devia de ter deixado de ser) e estamos a ver cada vez mais acções para acabar com a crueldade animal. Apesar de não ser vegetariana, nem vegan, nem usar apenas produtos cruelty free porque acredito que não é assim que vamos resolver o problema, aplaudo de pé todos que o fazem e especialmente as suas intenções. Por isso hoje esta publicação é dedicada a este tema.

Gel De Banho Orgânico Que Acalma O Corpo

O que a marca diz:

“Uma seleção cuidadosa de produtos Bentley Organic para corpo, está agora disponível em tamanho prático, ideal para levar em viagens consigo ou onde quer que vá.

O Aloé Vera e Jojoba acalmam e hidratam a pele seca, complementados com o aroma calmante da Alfazema promovem o relaxamento.

Torne a hora do banho ou duche num prazer ao usar o nosso gel de banho perfumado – abra a tampa e devagar esfregue com a esponja ou com as suas mãos, obtendo uma espuma ricamente aromatizada e enxagúe para descobrir aromas suaves e uma pele energisada.
Todos os produtos Bentley Organic são certificados biológicos pela Soil Association do Reino Unido – esta é a nossa garantia de que os nossos produtos são genuinamente biológicos.

 A Bentley Organic compromete-se a ser “Da Terra, não às custas da Terra” – como fabricante e fornecedor integrado, são uma alternativa acessível face a concorrentes não certificados, fazendo com que as escolhas do estilo de vida biológico se tornem acessíveis a um mercado mais vasto.

Produto Certificado pela Soil Association como garantia independente de que:

– contém a máxima quantidade possível de ingredientes biológicos
– é biodegradável e amigo do ambiente
– não foi testado em animais
– livre de químicos tóxicos, fragrância artificial, coloração artificial, petroquímicos, glicois, DEA, MEA, TEA, sulfatos, etc
– não contém OGM (organismos geneticamente modificados)”
O gel de banho está à venda em tamanho normal (250ml) e tamanho mini (50ml) e custa, respetivamente, 6 euros e 2,90 euros.

Gel De Banho Orgânico Que Acalma O Corpo

O que eu achei:

Recebi este gel de banho orgânico em tamanho de viagem o que acabou por me dar imenso jeito durante o meu fim de semana na Serra da Estrela. Comecei por testá-lo antes da viagem e o teste acabou por ser feito com duas caracteristicas muito diferentes: pele normal, pele com alergia.
Dois dias antes da viagem tive uma reação alérgica (que ainda não sei ao que foi) que me deixou a pele com urticária (e que ainda cá está). A urticária causa a formação de babas na pele que fazem muita, MUITA, comichão e se as coçarem e não as tratarem, elas desenvolvem para bolhas (pelo menos é assim comigo). Para quem tem problemas de pele sabe o quão importante é ter produtos indicados para durante o banho e um gel normal pode facilmente aumentar a comichão e o desconforto, por isso achei importante referir este facto uma vez que foi um factor decisivo na minha opinião para este produto.

Cheiro:
O cheiro predominante deste produto é a lavanda no entanto este não é um cheiro forte. Apenas se nota o cheiro durante o banho e este desaparece rapidamente depois deste.

Textura:
A textura é em gel muito semelhante aos geis de banho da Yves Rocher. É um gel fresco e que se espalha muito bem no corpo com ou sem esponja. 

Duração:
Por ser gel e espalhar-se muito bem não precisam de muito produto para cobrir o corpo todo. Em duas semanas de utilização diária ainda não cheguei perto de metade da embalagem, diria que usei 1/4 de produto.

Resultados:
Posso dizer-vos que a minha alergia em relação a esta review veio em boa hora porque antes desta aparecer a minha opinião sobre este produto era muito genérica. 
É um bom gel mas nas primeiras utilizações não dava para perceber grande coisa sobre este, apenas que existem outros mais suaves como a Dove ou a Rituals que nos davam sim uma grande sensação de relaxamento. Foi apenas após o aparecimento da alergia que pude comprovar o efeito calmante que tem na pele e posso dizer que tem mesmo. 
Eu como tenho estas alergias e por vezes eqzemas durante o verão tenho produtos indicados para o banho que comprei na farmácia (bem mais caros), que fazem imensa diferença comparando com geis de supermercado. Apesar de não achar o efeito calmante tão grande como estes (o que é normal visto que este gel de banho não é indicado para problemas de pele) ele acalmou a comichão e o desconforto durante o banho, não me fez qualquer reação na pele como outros fazem.
Acho que é um gel bastante bom para se usar quando se tem a pele irritada, por exemplo depois da depilação, e não queremos que essa condição piore. Eu fiquei muito contente com o resultado calmante e com a duração que este gel de banho tem, o tamanho mini ainda me vai durar imenso tempo. Vai sem um gel que vou ter em consideração nas viagens de verão, pelo tamanho mini que dá para levar para todo o lado e pela segurança de que se me aparecer o eqzema que tenho algo que me acalma a pele.

Diz-me nos comentários qual é a tua opinião sobre este gel de banho e produtos orgânicos. Também segues o estilo de vida vegan?