Devo Usar Uma Máquina De Limpeza De Pele?

Máquina De Limpeza De Pele - Jocca Pingo Doce

Desde que a Foreo ficou popular que é rara a pessoa sem uma máquina de limpeza de pele na sua rotina. Na verdade, estas máquinas já existem há alguns anos, algumas de silicone outras com escovas de cerdas suaves.

Mas devemos ter uma na nossa rotina? É para todos os tipos de pele? Devo usar diariamente? E se a minha pele for sensível? Continua a ler para saberes essas respostas.


Devo Usar Uma Máquina De Limpeza De Pele?


Para o que servem

As máquinas de limpeza de pele prometem uma limpeza mais profunda do rosto. Devem ser utilizadas em pele húmida/molhada juntamente com um gel de limpeza de rosto.

Através das suas vibrações e/ou movimentos, prometem soltar e eliminar sujidade, óleo, sebo, células mortas e restos de maquilhagem. Algumas possuem ainda movimentos massajadores para tratar a firmeza e/ou inchaço de algumas regiões do rosto e pescoço.

Através do movimento, vibração e pressão aplicada, estas máquinas acabam por fazer uma esfoliação física que pode ser mais suave ou mais agressiva consoante a intensidade da vibração, da pressão e dos movimentos executados.

A sua utilização ajuda a melhorar a textura da pele, o acne e a eficácia dos produtos seguintes através da limpeza.


Jocca pingo doce

São para todos os tipos de pele?

Embora quase todas as marcas afirmem que sim, eu acho que a utilização de uma máquina de limpeza de pele depende de vários fatores como o tipo de pele, sensibilidade, doenças de pele, entre outros.

Existem várias versões, com vários feitios, e tamanho dos filamentos de silicone onde estes variam para diferentes zonas/tipos de pele. Filamentos maiores destinam-se a peles mais oleosas e zonas com poros maiores, enquanto que filamentos menores se adequam a outros tipos de pele com poros mais encerrados.

E independentemente de se adequar, ou não, ao teu tipo de pele, primeiro é necessário avaliar se precisas de uma na tua rotina. Já disse isto várias vezes e nunca é demais repetir. Se a tua pele está controlada e num estado “perfeito” porquê alterar a rotina que está a funcionar?

Peles mistas a oleosas

Sem dúvida que estes tipos de pele são os que mais beneficiam destas máquinas. Afinal, uma máquina de limpeza de pele promete uma limpeza mais profunda. E se há tipos de pele que necessitem de mais cuidados na limpeza são as que têm oleosidade.

A pele mista a oleosa é por norma mais grossa o que a faz tolerar exfoliações com maior frequência que outros tipos de pele (mais finas). Como tal, existe menor possibilidade de irritação da pele com a utilização destas máquinas. Isto claro, excluindo o facto de a pele poder ser sensível.

As vibrações da máquina prometem “soltar” a sujidade/sebo que está no interior dos poros com maior facilidade enquanto que os movimentos fazem uma esfoliação física à superfície.

Peles secas e normais

Não são apenas as peles com oleosidade em excesso que sofrem de acne e de textura, as peles secas e normais também. E nestas situações, a máquina de limpeza de pele pode ajudar, especialmente na textura.

Uma vez que estas peles não necessitam de uma esfoliação tão frequente, usaria este aparelho como o passo de esfoliação, juntamente com um gel de limpeza de rosto adequado. Ou seja, ou usaria um esfoliante em produto (físico ou químico) na rotina de beleza ou uma máquina de limpeza de pele, uma vez que ambos acabarão por ter o mesmo objetivo.

Peles sensíveis, intolerantes e reativas

Nestas situações cada caso é um caso mas regra geral não aconselho estes aparelhos para quem tenha pele sensível, intolerante e/ou reativa.

As vibrações/movimentos destes aparelhos podem irritar a pele ou agravar ainda mais as condições da mesma.

Apenas, e se APENAS a pele tolerar a utilização esporádica deste aparelho então poderão utilizar. Mas a utilização contínua deste aparelho pode acabar por piorar o estado da tua pele mesmo que nas primeiras utilizações não vejas qualquer vermelhidão ou irritação.

Utilização com outros produtos e medicamentos

Existem vários produtos, ingredientes ativos e medicamentos que deixam a pele mais fina e sensível, como ácidos (especialmente em concentrações altas) e os retinoides.

Se utilizas produtos deste tipo com frequência então não deves utilizar estes aparelhos.

Se tens alguma reação alérgica manifestada no rosto, seja por produto, alimentação ou medicação, não uses este aparelho nem faças qualquer esfoliação que possa agravar a reação. Aliás, nestes casos deves suspender a utilização de tudo o que não ajude a acalmar a pele. Pode parecer óbvio mas nunca é demais relembrar.


Filamentos da máquina - Foreo

Com que frequencia devem ser usados

Peles mistas a oleosas podem usar várias vezes por semana, 2 a 3 vezes, para obterem os melhores resultados. Apesar de se ver uma utilização por dia, ou às vezes duas, pelas redes sociais a verdade é que a esfoliação em excesso pode causar outros problemas.

Peles secas e normais devem utilizar como uma esfoliação normal, ou seja, 1 vez por semana. Duas caso exista essa necessidade, como por exemplo devido a acne.

Peles sensíveis, intolerantes e reativas não devem utilizar este produto. Mas caso o façam o mesmo deve ser esporádicamente. Dependendo do que a pele aguentar não aconselho uma frequência maior que 1 utilização por semana. No entanto, se apenas conseguires utilizar 2 vezes por mês, ou menos precisas de avaliar se o investimento num aparelho destes é necessário para a utilização que irás dar.


A minha experiencia com uma máquina de limpeza de pele

A máquina de limpeza de pele que tenho é da marca Jocca e comprei-a no Pingo Doce. Já tinha tido contacto com a Foreo através da marca, e de alguns eventos, e fiquei sempre muito curiosa com a mesma, especialmente com a Iris para a região dos olhos! Mas devido ao preço acabei por nunca comprar uma e acabei por aproveitar uma versão de uma marca mais acessível.

Estou a utiliza-la há 6 meses e acredita que a testei de todas as formas possíveis. Demorei alguns meses a perceber a melhor utilização para a minha pele e onde a “encaixar” na minha rotina mas encontrei finalmente a forma certa de a usar.

Reação da minha pele à utilização da máquina

Comecei com uma utilização diária na minha rotina de limpeza, duas vezes por dia, seguindo sempre os movimentos indicados pela marca. Rápidamente percebi que isso me deixava a pele vermelha e após uma semana reduzi a utilização para uma vez por dia, ao retirar a maquilhagem.

Utilizava com os meus produtos junto ao lavatório mas percebi que independentemete de usar um gel de limpeza ou uma espuma de limpeza que o produto secava sempre demasiado rápido na minha pele antes de terminar a utilização da máquina. Tinha que estar sempre a molhar o rosto para não irritar a pele. Ainda assim ficava sempre com o rosto vermelho.

Após algum tempo e troca de produtos decidi começar a utiliza-la no duche, ainda 1 vez por dia. O facto de estar num local com vapor ajudou a ter sempre o rosto húmido o que melhorou significamente a experiência. Ainda assim continuei a ver alguma vermelhidão no rosto, ainda que menor. Voltei a reduzir a frequência de utilizações para algumas vezes por semana.

Todas estas alterações melhoraram a forma como a minha pele reagia à utilização deste aparelho e após algumas semanas a utilizá-la deste modo decidi trocar a utilização para a manhã. Isto porque após a limpeza dupla, ao utilizar a máquina (durante o segundo passo) o rosto continuava a ficar vermelho ainda que voltasse ao normal logo de seguida.

Por isso decidi trocar para a rotina matinal visto que apenas faço um passo de limpeza de rosto, forma que tenho utilizado até hoje com 2 a 3 utilizações por semana.

Tenho como referência a utilização máxima de 1 minuto, o qual não deves ultrapassar. Mas com a prática o que comecei a fazer foi apenas utilizar em cada zona do rosto apenas 3 vezes, ou seja, passo no queixo 3 vezes de forma lenta para as vibrações terem efeito e troco para uma maçã do rosto. Passo três vezes nessa zona até passar a outra e por aí em diante.

Máquina de limpeza de rosto

A minha opinião

Ao longo de 6 meses usei a máquina de limpeza de pele com várias frequências e posso dizer que seja a utilizar todos os dias ou apenas 2/3 vezes por semana que os resultados na textura da pele são os mesmos.

A pele fica suave ao toque, lisa, tal como após uma esfoliação do rosto com produto. Notei que mesmo ao espaçar bastante a utilização comparadamente com o início que os resultados se mantiveram. Mesmo que me desleixe um pouco na utilização, tenho mantido a pele com uma textura impecável.

Desde que a comprei que nunca a coloquei a carregar, tem tido sempre carga. Tem vivido no meu duche nos últimos meses e nunca desenvolveu quaisquer fungos no silicone.

Acho que é um excelente aparelho para limpeza da pele e sem dúvida que é um game changer na textura do rosto. Acho que é mesmo um bom aliado a quem procura um rosto mais suave e liso.


Foreo Vs Outras Marcas

Com a onda de popularidade da Foreo começaram a surgir rapidamente réplicas e outros formatos de outras marcas a preços muito mais acessiveis. Mas serão iguais? Fazem a mesma coisa? Ou compensa mesmo comprar da marca original?

Para começar, a tecnologia utilizada e a qualidade dos materiais não é o mesmo. A foreo não só tem mais formas de vibração como estas estão preparadas para te ajudar a utilizar no tempo correto. Na utilização sentes uma diferença na vibração que te avisa quando deves passar a outra zona do rosto. Tem ainda o modo de massagem que as outras máquinas não possuem.

As outras máquinas não são iguais. A grande maioria, especialmente as réplicas, apenas vibram sem sabermos se a intensidade foi ou não ajustada para a pele. A qualidade dos materiais, como o silicone, é menor e não existe toda uma experiência com uma app, massagem, etc.

Nesta máquina em concreto existem 3 modos de vibração, um lento, um rápido e um em “pulsar”. Duvido muito que tenha havido alguma tecnologia por trás que ajustasse as vibrações da melhor forma possível à pele. Mas também não houve o desenvolvimento de um novo produto, teste de tamanho dos filamentos, etc, porque já existe um produto no mercado que funciona. E tudo isso se vai refletir no preço.

Em relação aos resultados da textura da pele, qualquer uma vai atingir o objetivo. As mais baratas podem ser mais agressivas para a pele no momento ou ir agravando com o passar do tempo em peles mais sensíveis. Mas em peles que tolerem bem a utilização destes produtos, os resultados que vão obter são iguais.

Lê também: COMO FAZER A LIMPEZA DUPLA

Máquina De Limpeza De Pele - Jocca Pingo Doce

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.