Como Emagrecer Com Um Nutricionista

13:41

Como Emagrecer Com Um Nutricionista

Seja no ínicio do ano ou nesta altura mais perto do verão a questão da perda de peso costuma voltar às nossas prioridades mas quando fazemos contas à vida e avaliamos as nossas rotinas pensamos, como emagrecer?

Por norma existem duas coisas que nos passam imediatamente pela cabeça, dieta e exercício o que muitas vezes se traduz em ginásio e nutricionista. Existem ginásios que contemplam tudo num só e acredito que, seja com planos generalistas ou personalizados, o exercício acaba por ser sempre algo onde vemos resultados (sejam com a velocidade que pretendemos ou não). Já com os nutricionistas, nem sempre a coisa resulta.

Posso dizer que já fui a consultas de nutricionismo quando estive inscrita no ginásio à coisa de dois anos. E também vos consigo rapidamente dizer porquê que nada daquilo resultou.

Depois da leitura do livro "Mudanças e Atitudes de uma Nutricionista", de Ana Ruas de Melo, decidi escrever este artigo para vos ajudar na escolha do nutricionista certo e terem uma experiência positiva.

COMO EMAGRECER COM UM NUTRICIONISTA

Emagrecer com um nutricionista depende muito mais de nós do que qualquer outra coisa. Mas a verdade é que existem imensos factores que prejudicam o processo. Um dos factores essenciais para o sucesso é escolher um bom nutricionista e gostarmos de quem nos acompanha durante todo o processo.

Caso contrário, é meio caminho andado para disistirmos pelo meio e termos gasto dinheiro para não chegar a resultado algum.

Escolher o nutricionista certo

Decidimos que vamos emagrecer e de imediato procuramos pelos nutricionistas mais próximos de nós e começamos a comparar preços. Mas a nossa escolha não se deve limitar a isto.

Pesquisa nas redes sociais/pede referências

Conheces pessoas que tenham consultas com esses nutricionistas? Pergunta-lhes como são as consultas, se gostam, como é a personalidade do nutricionista, etc. Se não conseguires fazer isso pessoalmente podes sempre pedir referências através das redes sociais.

Ter uma noção de como são as consultas, se as pessoas gostam e têm resultados, é uma boa forma de escolher acertadamente e evitar gastar dinheiro para uma experiência negativa.

Procura os perfis sociais do nutricionista

Pode parecer presseguição, mas não é. Hoje em dia todos temos perfis em redes sociais. E a maioria de nós têm a conta de instagram em modo público.

Pesquisa pelo nome do nutricionista e vê quais as redes que consegues encontrar. Existem duas redes que aconselho a pesquisar, o linkedin e o instagram.

O linkedin é importante para que possas ver a experiência profissional da pessoa em questão. Podes ver onde trabalha, onde trabalhou, durante quanto tempo, à quantos anos está na área, etc.

O instagram é importante para que possas perceber se este é o nutricionista indicado para ti (claro que nem sempre é percetivel). A pessoa gosta de cozinhar? Tem uma alimentação saudável? Passa a grande parte dos dias a comer fora e fast food? Faz exercício?

Ou seja, no fundo tentar perceber se é um nutricionista que aplica aquilo que ensina ou se é alguém que apenas diz o que aprendeu na faculdade e na verdade não faz a minima ideia do que é treinar 3 vezes por semana e fazer uma dieta saudável.

A Ana diz no seu livro que não seria capaz de pedir a outros algo que ela não fizesse. Na verdade ela conta-nos o seu percurso antes de se tornar numa nutricionista. Não gostava de exercício físico e não cozinhava (como muitos de nós) e quando tudo isso mudou percebeu exatamente o que seria ter que pedir isso a outras pessoas.

As consultas

Apesar de todas as pesquisas e opiniões é na consulta que percebemos se estamos com a pessoa certa ou errada. As primeiras impressões contam muito e é muito importante que consigamos tirar destas consultas aquilo que pretendemos.

Devem ser mais do que analisar a vossa rotina alimentar

Se na consulta apenas analizam o que fazem no vosso dia por alto e acabam por falar apenas no que comem durante o dia, saindo de lá com uma folha com 5 opções para cada refeição, então esse não é o nutricionista certo.

Já passei por isso e a verdade é que mesmo com exercício deram-me um plano genérico muito baixo em calorias. O plano era tão descabido que será desnecessário dizer que nem sequer o tentei. Nem sequer havia um reforço alimentar nos dias em que treinava.

Durante esta leitura algo que me surpreendeu foi a Ana dizer que ia mais além nas consultas, tentando saber se a pessoa tem filhos, o que eles gostam de comer e fazer, qual é a alimentação da família e do parceiro, como é o trabalho, comidas que a família não goste, etc. Ou seja, tenta perceber o dia-a-dia da família de forma a dar um plano que possa ser fácilmente cumprido.  Se a pessoa tem filhos e eles não gostam de um ingrediente, e não existe tempo para cozinhar refeições diferentes para todos, então é claro que tudo isso tem um peso na hora de elaborar o plano. Se vivem com os vossos pais e são eles que cozinham então isso também é muito importante uma vez que a decisão das refeições acaba por cair noutra pessoa.

É muito importante que o vosso nutricionista consiga perceber exatamente o que podem ou não fazer para elaborar um plano o mais personalizado possível. Fujam de tudo o que é generalista e igual para toda a gente.

Não devem sentir obrigação/pressão a cumprir o plano

Isto felizmente nunca senti mas conheço quem já passou por isto. Sentir aquela obrigação de não poder cometer um único deslize. Sentir aquela pressão para ter resultados na consulta seguinte. Sentir que se não acontecer tudo como planeado que não valem nada.

Se a semana não vos correu muito bem, chegam ao nutricionista e ao fazerem um ponto de situação acham que o ambiente ficou desconfortável e ele/ela vos está a despachar para passar ao próximo cliente então estão definitivamente com a pessoa errada.

Um bom nutricionista deixa-nos á vontade para não seguirmos a rotina a 100%. Deixa-nos à vontade para dizermos o que correu mal e porquê que não funcionou (sem termos que mentir e ocultar aquilo que realmente comemos). É um amigo que está ali para nos ouvir, compreender e ajudar a aprender com os erros.

A Ana fez-me ver que um bom nutricionista sabe exatamente o que é passar por uma mudança alimentar e que isso deve ser feito através de uma re-educação e não através de restrições. Os erros são para aprendermos com eles e não para sentir que falhamos em alguma coisa.

Progresso

Ao estarmos com o nutricionista certo agora é receber o apoio, conhecimentos e motivação que pretendemos. Afinal ser saudável é um processo sempre em andamento.

Pequenas vitórias são grandes vitórias

A grande parte das pessoas dá sempre mais importância aos retrocessos que aos avanços. Se comeram algo que não devem pensam mais nisso do que as últimas 7 refeições que fizeram dentro do plano.

Não importa se tiveste um deslize esta semana, conseguiste incorporar mais alimentos saudáveis na tua dieta e substituir snacks no teu dia a dia? Então isso é uma vitória!

Não perdeste peso mas conseguiste trocar todos os sumos por água? Isso é uma vitória!

Não te foques nos resultados finais mas sim em pequenas metas que vais definindo ao longo do tempo. Os resultados não acontecem de um dia para o outro. Se apenas pensares neles, vais acabar por estar sempre a ver o que "ainda não conseguiste" em vez de ver tudo o que alcançaste.

Mudança de mentalidade

O peso que se mantém é aquele que cuidamos a vida toda. A mudança de alimentação é e deve ser sempre o grande objetivo de um acompanhamento nutricional. É claro que podes começar com o desejo de emagrecer X quilos. Mas após isso não deves ficar apenas por ai. Muda a tua alimentação e adopta um estilo de vida saudável. 

O nosso corpo é o único que iremos ter e se queremos ter uma vida longa e feliz temos que cuidar dele.

Este livro fez com que mudasse imenso a minha opinião sobre os nutricionistas e os testemunhos deixados pelos pacientes da Ana deixaram-me de coração cheio. O livro pertence à Chiado Editora e podem adquiri-lo aqui.


Gostaste deste post? Partilha-o.

 Como Emagrecer Com Um Nutricionista

Follow my blog with Bloglovin

You Might Also Like

35 comentários

  1. Ter um profissional adequado ao nosso lado torna tudo mais fácil.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida querida :D
    Obrigado!

    O livro deve ser ótimo, ótimo. Que boas dicas!

    NEW FASHION POST | TREND ALERT: 90’S SUNNIES ARE BACK :O
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  3. Por acaso nunca achei que fosse possível, mas mudaste a minha opinião. Já ando tentada em falar com um por causa do pequeno para ter uma segunda opinião, mas agora deixaste-me mais :b

    Beijinhos,
    DEZASSETE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também mudei de opinião após ler o livro porque até hoje só tive experiências que não valeram nada a pena.

      Eliminar
  4. É fundamental ter um profissional que nos ajude a atingir os nossos objetivos! Fiquei curiosa com o livro! :P

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Admito, nunca tentei emagracer! Mas acredito que para emagrecer-se correctamente só pode ser possivel com acompanhamento! :) Óptimo post!
    Beijinho*
    http://www.fine-alchemy.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Eu tive a minha primeira consulta de nutrição a semana passada mas por motivos de um problema nos intestinos. Tive na consulta mais de uma hora. Só que deu me uma dica errada e eu fui parar às urgências não só pela dica mas também por outro problema. Eles também erram. E posso ir falar com ele sempre que quiser deu me o seu número de telemóvel e de casa.
    Xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim errar é humano, mas existem nutricionistas que se nota que apenas querem o "cheque ao fim do mês" enquanto outros se dedicam muito mais a conhecer os seus pacientes.

      Eliminar
  7. sem dúvida que ter um profissional bom ao nosso lado é meio caminho andado para o sucesso xD

    ResponderEliminar
  8. O livro parece ser excelente!
    Beijinhos
    https://islandgirlife.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Eu sou uma preguiçosa para emagrecer. Começo mas nunca acabo é terrivel. Nem com Nutricionista lá vou a preguiça e o comer falam mais alto ahah

    beijinhos
    www.pirilamposemarte.com

    ResponderEliminar
  10. São dicas muito preciosas. Por acaso vamos recorrer a uma nutricionista, por isso estas dicas vieram mesmo a calhar. Muito obrigado pela partilha!

    ResponderEliminar
  11. Eu estava conversando esses dias com minha mãe que eu deveria ir em um

    http://www.blogmarianaleal.com/

    ResponderEliminar
  12. parece me ser um bom livro
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Tenho a sorte de ter uma nutricionista portuguesa (moro no UK) mesmo no andar por cima do nosso que me da bons conselhos :) excelente post, muito esclarecedor :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  14. Infelizmente só fui a nutricionistas que passam-me o plano e pronto. Ou então que fartam-se de discutir pois devo comer sopa todos os dias. Fiquei curiosa com o livro. Beijinhos

    www.dezoito.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até hoje também só tive experiências dessas e desisti. Mas ao ler este livro fiquei com esperança de apenas ter calhado nos maus e de haverem muitos que são diferentes :D

      Eliminar
  15. Catarina, deixaste-me mega curiosa a sério! Tenho mesmo de comprar o livro rapidamente!

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livro é o percurso da Ana antes e depois de se tornar nutricionista mas fez me ter uma opinião muito diferente pelas pessoas desta profissão.

      Eliminar
  16. Gostei muito do post!!
    O mais importante é esforçarmo-nos por uma vida mais saudável e celebrar as pequenas vitórias!

    Beijinhos!
    MESSY GAZING

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente! Afinal as pequenas vitórias são bem grandes :D

      Eliminar

Instagram Pessoal

Segue-me no Bloglovin

Follow

Segue-me no Facebook